Na 20ª edição, Festival de Curtas exibe 400 filmes e debate o fazer cinematográfico

Cineclick, 20/08/2009

- [ link na web ]

O 20° Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo, que começa nesta quinta (20/8) e vai até dia 28 de agosto, exibirá mais de 400 produções em 11 salas da cidade. Além de trazer um vasto panorama das novas realizações em suas mostras competitivas, o festival traz, anualmente, um tema principal para fomentar o debate.

Em 2009, com a intenção de refletir o papel do filme curto como formato de ponta da realização audiovisual contemporânea, o tema Escritas de Cinema agrega ao seu conteúdo uma seleção especial da Semana da Crítica do Festival de Cannes 2009, com curadoria do editor-chefe da revista Bref (especializada no formato), curtas dirigidos por críticos de cinema e obras que discutem o fazer cinematográfico.

Esta programação culminará num seminário na quarta-feira (26/8), às 14h, na Cinemateca Brasileira (Sala Petrobras), com Jacques Kermabon, editor-chefe da Bref Magazine; Bernard Payen, coordenador da comissão de curtas da Semana da Crítica; Eduardo Valente, que estreia seu primeiro longa-metragem, No Meu Lugar, no dia 16 de outubro e é crítico de cinema; e Kleber Mendonça, realizador e crítico do Jornal do Commercio.

No Programa Brasileiros: 150 títulos recentes, divididos entre Mostra Brasil, que integra a competição; Panorama Paulista; Cinema em Curso, com a produção universitária; Kinooikos- Formação do Olhar e Kinoforum, espaço aberto pelo festival para a exibição de coletivos de estudantes e produções das oficinas audiovisuais na periferia de São Paulo.

A Mostra Internacional traz 68 títulos de 1.838 inscritos do mundo. O destaque fica por conta de diretores de longas consagrados, como o chinês Jia Zhang-Ke (Inútil). Os 27 filmes e vídeos da Mostra Latino-Americana focam histórias individuais, pequenas experiências e investigações pessoais de traços bastante particulares.

Há ainda as mostras já tradicionais dentro do evento, com destaques para: Dark Side, dedicada a filmes fantásticos e terror; Mostra Infantil, que nesta edição ganha, pela primeira vez, um programa específico para o público Juvenil;e Mix Brasil, com programação voltada à diversidade sexual.

Como não se perder na programação?

Nem todo mundo dispõe de tempo para a maratona de assistir a mais de 400 filmes e escolher o que ver não é uma tarefa fácil. Para ajudá-lo a se organizar, o Cineclick dividiu a programação completa por dia e selecionou os destaques.

Mas, se você já quer começar a se programar, a dica é a Mostra Brasil, competitiva de curtas nacionais. Os 54 títulos divididos em dez programas formam um grande panorama do que há de novo no formato no país. Alguns deles são inéditos e outros já foram exibidos e premiados em festivais internacionais ou nacionais, fora de São Paulo. Se você estiver muito, mas muito sem tempo, garanta pelo menos os programas 3 e 4.

A nova produção da dupla carimbada, Marco Dutra e Juliana Rojas, trabalha em seu primeiro longa-metragem Trabalhar Cansa e concorre na mostra com Sombras; Muros, do pernambucano Tião, ganhou prêmios internacionais importantes em 2008, no Festival de Cannes e em Clermont-Ferrand, maior e mais importante festival do formato; e O Menino Que Plantava Ivernos, de Vitor-Hugo Borges, promete mais uma animação encantadora depois de Historietas Assombradas (Para Crianças Mal-Criadas), de 2006. Você pode vê-los no programa 3.

Já no programa 4: Cães, de Adler Paz e Moacyr Gramacho, arrebatou três prêmios no Festival de Brasília de 2008, além de Melhor Fotografia no Guarnicê (Maranhão) deste ano; Superbarroco, de Renata Pinheiro, foi premiado em Brasília em 2009 e no Cine PE; e o novo curta de Julia Zakia, Pedra Bruta.

Outros destaques da Mostra Brasil são: Elo, da paulistana Vera Egito, que teve sua première no encerramento da Semana da Crítica do Festival de Cannes 2009; A Montanha Mágica, de Petrus Cariry, exibido na terra natal do autor no Cine Ceará; O Filme Mais Violento do Mundo, do mineiro Gilberto Scarpa, premiado na edição passada do festival com Os Filmes Que Eu Não Fiz e O Menino japonês, de Caetano Gotardo, seu primeiro curta Areia, foi exibido na Semana da Crítica do Festival de Cannes 2008.

Confira a programação completa:

Dia 21/8 (sexta-feira)
Dia 22/8 (sábado)
Dia 23/8 (domingo)
Dia 24/8 (segunda-feira)
Dia 25/8 (terça-feira)
Dia 26/8 (quarta-feira)
Dia 27/8 (quinta-feira)
Dia 28/8 (sexta-feira)

20º Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo
De 20 a 28 de agosto
Abertura: quinta-feira (20/08), às 21h (somente para convidados).

Locais:
Cinemateca Brasileira (Largo Senador Raul Cardoso 207, Vila Mariana)
Cinesesc (Rua Augusta 2075, Cerqueira Cesar)
Museu da Imagem e do Som (Av. Europa 158 - Jardim Europa)
Espaço Unibanco de Cinema (Rua Augusta 1470, Cerqueira César)
Centro Cultural São Paulo (Rua Vergueiro, 1.000, Paraíso)
Centro Cultural da Juventude Ruth Cardoso (Av. Deputado Emílio Carlos 3641 – Vl Nova Cachoeirinha)
Cine Olido (Av. São João 473 - Centro)
Cinusp (Rua do Anfiteatro 181, Favo 4, Colméia, Cidade Universitária)
FAAP - Fundação Armando Álvares Penteado (Rua Alagoas 903, Pacaembu)
Cineclube Grajaú (Rua Professor Oscar Barreto Filho 252 – Grajaú)

Entrada Gratuita


Na Imprensa


Entre em contato com a assessoria para receber as fotos em alta resolução.




Na Imprensa


Informações para imprensa:
Márcia Vaz (Coordenação)
(11) 3031.5522 / 9252.3192
imprensa@kinoforum.org

Auina Landi
(11) 3031.5522 / 7693.0937
imprensa@kinoforum.org

Programe-se

21º Curta Kinoforum: de 19 a 27 de agosto de 2010

> Entrar

Crítica Curta

Visite o Blog do Kinoforum Crítica Curta 2009.

> Sobre o Blog

Videoteca

Na videoteca você assiste a todos os filmes inscritos nesta edição

> Entrar

Videolibrary

Sua participação é muito importante para nós. Deixe aqui seus comentários sobre o festival, filmes, site...

> Comente

Deixe aqui seu
e-mail e receba nossas novidades