Por filmes No site

Diário de Bordo


Eclético, diversificado, cosmopolita... O Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo se encaixa em muitas definições, e sua programação, é claro, vai muito além da contemplação e exibição de curtas. Durante o evento você poderá acompanhar diversas atividades paralelas que fazem conexão com o audiovisual. São palestras, encontros, recreações, homenagens e workshops que tornam a nossa festa muito mais especial. Participe também, veja ao lado as novidades que temos este ano!


Videoteca 
24 a 31 de agosto – Cinemateca Brasileira
Profissionais - 10h às 20h
Público - 14h às 20h
Os filmes inscritos, selecionados ou não, ficam disponíveis para o público na videoteca, durante a realização do Festival. Curadores e imprensa podem agendar visionamento no horário dedicado aos profi ssionais.

DEBATE FORMAÇÃO DO OLHAR
  • 25/08 – 16h00 – CINEMATECA BRASILEIRA – Sala Petrobras  

    Desde o início do processo de democratização do acesso à produção audiovisual por moradores das diversas periferias do  Brasil, muitas coisas aconteceram e todo o cenário se modificou.  Hoje, a sociedade colhe frutos desse processo que foi inevitável  e que não tem volta, e cada vez mais evolui e traz novas formas  de apropriação do meio de expressão que é a linguagem  audiovisual.

    No debate, estarão reunidas pessoas de diferentes contextos,  que vivenciaram processos de educação audiovisual, como oficineiros, alunos ou mesmo as duas formas de participação,  trazendo seu olhar sobre repercussões e limites das iniciativas que proliferaram no Brasil nos últimos 10 anos, mudando a  forma de inúmeros jovens ver e se relacionar com a linguagem audiovisual.

    Oportunamente, o debate ocorre após a sessão das Oficinas Kinoforum, que exibirá os 15 curtas realizados pelos jovens  participantes da temporada 2012. 

    Mesa de Debate

    Vincent Carelli (Vídeo nas Aldeias)
    Daniel Fagundes (Núcleo de Comunicação Alternativa)
    Marcos Rocha (Fábrica de Imagens) 
    Mercia Britto (Escola Audiovisual Cinema Nosso)
LANÇAMENTO LIVRO OFICINAS KINOFORUM
  • 25/08 (SÁB) – 18h30 – CINEMATECA BRASILEIRA 
    As Oficinas Kinoforum de Realização Audiovisual apresentam o livro “Vi Vendo... – História e Histórias de 10 anos de Oficinas Kinoforum”, produzido pela Associação Cultural Kinoforum.

    O livro apresenta depoimentos de coordenadores, colaboradores pedagógicos e alunos sobre a trajetória do projeto, cujo piloto aconteceu em 2001 e que passou a funcionar regularmente a partir de 2002. Também traz reflexões de pesquisadores e parceiros, que acompanham o desenvolvimento das atividades.

    Ao longo desse período, já foram realizadas mais de 60 oficinas, que envolveram cerca de 1,3 mil jovens vindos especialmente de regiões da cidade de São Paulo de pouco acesso a equipamentos e atividades culturais. Mesmo sem ter caráter profissionalizante, as Oficinas impactaram a vida de muitos jovens, apresentando novas visões de mundo e a oportunidade de trabalhar em equipe.

    O livro também faz um levantamento de todas as edições realizadas entre 2001 e 2011, e dos desdobramentos locais e institucionais que o projeto vem proporcionando. Um DVD apresenta uma coletânea dos vídeos mais votados pelos ex-integrantes do projeto pela internet e dos escolhidos pela equipe das Oficinas Kinoforum.

    Venha comemorar conosco!
DEBATE COM OS REALIZADORES
  • 25 a 31/08 – 11h00 – CINEMATECA BRASILEIRA – Sala Petrobras

    O Festival de Curtas valoriza a troca de experiências entre os realizadores nacionais e estrangeiros, e entre eles e o público, abrindo sempre em sua programação espaços para o debate.

    Este ano, o Festival realiza encontros a partir das 11h da manhã, na Cinemateca Brasileira, mediados por realizadores e parceiros do Festival.Fernando Coimbra e Tetê Mattos serão os anfitriões dos debates com realizadores brasileiros. Camila Moraes estará à frente dos debates com realizadores latino-americanos. E Duda Leite mediará os debates com realizadores internacionais dos demais continentes.

    Diariamente, estão programados quatro debates, começando às 11h, 12h, 13h e 14h.A programação diária acontece a partir da disponibilidade dos realizadores presentes.

    Para quem não puder estar presente, os debates serão gravados pela equipe do coletivo Fora do Eixo, que realizará várias atividades no Festival. A exibição será feita na íntegra no site PosTV (http://postv.com) e também aqui no site. Uma edição dos debates será exibida no SESCTV entre os dias 28 e 31 de agosto e também no dia 3 de setembro, às 19h e à meia-noite.

    Acompanhe e participe!  
CURTA & MERCADO
  • Em sua terceira edição, o CURTA & MERCADO - Encontros Profissionais do 23º Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo que se realizará nos dias 27 e 28 de agosto de 2012, visa promover uma discussão sobre a distribuição e comercialização desse formato que cresce cada vez mais no Brasil: o curta-metragem.

    O Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo, um dos maiores eventos dedicados ao formato, é o ambiente propício para sediar essa discussão, levantando questões como a presença do curta na nova lei de TV por assinatura (Lei nº 12.485), e abrindo espaço para entidades do setor e realizadores trocarem ideias sobre a exibição dos curtas brasileiros.

    A programação do CURTA & MERCADO este ano está dividida em dois dias. No primeiro, será realizado um debate sobre a nova lei e uma rodada de negócios, com a participação de agentes de mercado, que exporão suas necessidades, visão de mercado e adinâmica de comercialização dos conteúdos de Curta Duração. É uma oportunidade de conhecer os players do mercado e apresentar a eles seu material. No segundo dia, a discussão será sobre os projetos DocTV e “Curta em todas as telas”.
    Acompanhe também o blog www.kinoforum.org/curtaemercado.

    CINEMATECA BRASILEIRA
    Dia 27 de agosto
    Segunda-feira
    10h00 às 11h30 A Lei nº 12.485 (nova lei da TV por  assinatura) e o curta-metragem Participantes: Glauber Piva (Ancine)  e Mauricio Fittipaldi (Cesnik,  Quintino & Salinas Advogados)
    11h30 às 13h00 Apresentações e Discussões com  agentes de mercado
    15h00 às 17h00 Rodada de Negócios

    Dia 28 de agosto
    Terça-feira
    10h00 às 12h00 Discussão sobre o projeto DocTV
    14h00 às 15h30 Apresentação do projeto “Curta em  Todas as Telas” 


HOMENAGEM A GUSTAVO DAHL
  • 28-08 (TER) – 18h30 – CINEMATECA

    O Festival de Curtas promove este ano, em parceria com o CTAv, uma homenagem ao cineasta, montador e crítico de cinema Gustavo Dahl, um grande defensor do cinema de curta metragem Nossa homenagem inclui também a apresentação do filme “Mulheres de Cinema”, dirigido por Ana Maria Magalhães e montado por Dahl. O filme encerra o programa “Trabalhando desde sempre”, da sessão Feminino Plural.

    Nascido em Buenos Aires em 1938, Gustavo Dahl passou a viver no Brasil em 1947 e mais tarde naturalizou-se brasileiro. Trabalhou na Cinemateca Brasileira antes de mudar-se para a Itália, onde estudou cinema com cineastas como Paulo Cezar Saraceni e Bernardo Bertolucci. Fez parte do grupo teórico do Cinema Novo e mais recentemente foi fundamental nas formulações das políticas públicas voltadas ao cinema. Foi diretor-presidente da Agência Nacional de Cinema (Ancine) de 2002 a 2006 e em seguida tornou-se gerente do Centro Técnico Audiovisual (CTAv), ligado ao Ministério da Cultura.

    Lá foi o idealizador da Coleção CTAv, que reúne preciosas imagens de várias regiões do país, perfis de personalidades e registros de manifestações culturais brasileiras.

    LANÇAMENTO DA COLEÇÃO CTAV

    Patrocinada pela Petrobras, a coleção está organizada em 20 programas temáticos, com 110 curtas e médias-metragens produzidos entre os anos de 1937 e 1983 pelo Instituto Nacional do Cinema Educativo – INCE e Instituto Nacional de Cinema – INC, complementados por títulos da Empresa Brasileira de Filmes – EMBRAFILME e Departamento de Assuntos Culturais do Ministério da Educação e Cultura – DAC/MEC.

    O CTAv, através de sucessivas transferências patrimoniais, tornou-se o detentor dos direitos destes filmes de inegável valor documental, artístico, histórico e cultural. Esse acervo representa o empenho do poder público em usar o cinema como instrumento de educação e esclarecimento. 
ENCONTRO DE ABDS
  • CINEMATECA – sala Petrobras 26-08 (DOM) – 10h às 13h e 14h às 17h 27-08 (SEG) – 14h às 17h

    Tradicionalmente, realiza-se em São Paulo, no Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo – Curta Kinoforum, o encontro da ABD Nacional e sua Assembleia Geral, que a cada dois anos elege também a nova diretoria.

    Além da discussão da pauta interna da Entidade, o encontro de representantes de ABDs de todo o país é importante para ajudar a promover, junto com o Festival e outros agentes que participam dele, as causas do cinema de curta metragem, dos documentários e de outros produtos concernentes aos realizadores abedistas.

    Este ano o encontro será muito especial. A Secretaria do Audiovisual (SAV), junto com a ABD, irá lançar o Curta em Todas as Telas, sistema de comercialização do curta metragem nas mais distintas janelas e plataformas de exibição.

    A retomada do DOCTV também é uma pauta que extravasa a reunião interna da ABD ganhando uma mesa de debate. O novo cenário a ser desenhado em função da Lei 12.485 é um terceiro tema a ser tratado neste encontro intenso e muito especial, que ocorre um ano antes da ABD completar seus 40 anos de existência. 

    DIRETORIA ABD NACIONAL - Gestão 2012-2013
    Diretor Presidente: Jaime Lerner (RS)
    Diretor Vice Presidente: Clementino Junior (RJ)
    Diretor Tesoureiro: Kleyton Marinho (PI)
    Diretora 2º Tesoureira: Sérgio Uchoa (AM)
    Diretora Secretaria: Juliane Almeida (TO)
    Diretor 2º Secretaria: Henrique Oliveira (AL)
    Diretor de Pesquisa e Projeto: André Leão (DF)
    Diretora de Comunicação e Novas Mídias: Caroline Araújo (MT)
    Diretor de Mercado e Negócios: Marco Aurélio Ribeiro(MG)
    Diretor de Articulação e Integração: Guto Pasko (PR)
    SUPLENTES: Dário Gularte (RJ) Yuri Kopcak (MT) Aletéia Selonk (RS) Conselho Fiscal: Ana Vidigal (AP) Iur Gomes (SC) Salete Machado (PR) 


DISCUSSÃO SOBRE A LEI ROUANET
  • 29-08 (QUA) – 10h00 – CINEMATECA – Sala Petrobras
    DISCUSSÃO SOBRE A LEI ROUANET 

    A Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura (SAv/MinC) realiza, no dia 29 de agosto de 2012, a partir das 10h, durante a programação do Festival Internacional de Curtas Metragens de São Paulo, um encontro para discutir a reformulação do texto da Instrução Normativa Nº 01, de 09 de fevereiro de 2012.

    Com o objetivo de manter um canal de diálogo permanente com a classe, a Secretária do Audiovisual, Ana Paula Dourado Santana, vem propor o encontro com produtores, diretores, realizadores do audiovisual e a sociedade para o recebimento de contribuições que visem à melhoria do texto da Instrução Normativa, para que esse instrumento legal corresponda às reais aspirações do setor.

    No mês de junho, a SAv criou um Grupo de Trabalho a partir da necessidade de se realizar uma reflexão sobre a IN, diante das especificidades e demandas do setor audiovisual. Além de avaliar questões relativas ao segmento, o GT tem o objetivo de sugerir alterações capazes de gerar maior eficiência no processo administrativo nas fases da análise, da execução e da prestação de contas de projetos audiovisuais incentivados pelo mecanismo da Lei nº 8.313, de 1991. As contribuições recebidas durante o Encontro irão compor o grupo de sugestões de revisão do referido documento legal, a ser formalizado pelo GT.  
CINEMA E PSICANÁLISE
  • 26-08 (DOM) – 18h00 – CINEMATECA – Sala Petrobras
    CICLO TRADIÇÃO-INVENÇÃO


    A Cinemateca Brasileira, a FEPAL – Federação Psicanalítica da América Latina e a Sociedade Brasileira de Psicanálise de São Paulo (SBPSP) oferecem, em parceria, o Ciclo de Cinema e Psicanálise, uma sessão mensal de cinema em que são apresentados filmes seguidos de debates. Temas como o processo criativo da arte, sexualidade, família, transformações culturais e os próprios paradigmas teóricos da psicanálise são alguns dos temas em discussão no segundo semestre de 2012.

    No dia 26 de agosto, durante o Festival Internacional de Curtasmetragens de São Paulo, o Ciclo exibe o longa-metragem de estreia de Marco Dutra e Juliana Rojas, Trabalhar cansa. Dentro da perspectiva da sessão Feminino Plural, que discute o trabalho feminino, o filme propõe uma discussão atual sobre os papéis da mulher. Esse debate não é recente. Na década de 1970, a cineasta Ana Carolina defendia a ideia de que só ao entrar no mercado de trabalho a mulher conquistaria a independência necessária para garantir sua liberdade. Hoje, 40 anos depois, as mulheres questionam suas escolhas e procuram um equilíbrio que garanta uma vida pessoal e profissional de qualidade.

    Após a apresentação do filme, psicanalistas se reúnem com os diretores do filme para debater a questão com o público.

    O Ciclo de Cinema e Psicanálise é coordenado por Leopold Nosek e conta com a colaboração das psicanalistas Cintia Buschinelli, Magda Khouri e Silvana Rea. 

    TRABALHAR CANSA
    Juliana Rojas e Marco Dutra Brasil (SP) . cor . 35mm . 99’ . 2011

    A jovem dona de casa Helena resolve realizar um desejo antigo e abrir seu primeiro empreendimento: um minimercado. Ela contrata a empregada doméstica Paula para tomar conta das tarefas do lar e de sua filha Vanessa. Quando o marido perde o emprego de gerente em uma grande empresa, as relações pessoais e de trabalho entre os três sofrem uma inversão inesperada, ao mesmo tempo em que ocorrências perturbadoras passam a ameaçar os negócios de Helena. 
O GRIVO - SOM E MÚSICA, POSSIBILIDADES E LIMITES
  • O Grivo – Workshop
    29/08 (QUI) – 19h00 – MIS
    O grupo O Grivo apresenta um panorama dos vários rumos tomados nos últimos anos em seu diálogo com o trabalho de diretores com linguagens tão diferentes e temáticas tão vastas. A partir de trechos de filmes selecionados, os integrantes do grupo tocam e conversam com a plateia e apresentam seus métodos de criação.

    O Grivo – Concerto
    30/08 (SEX) – 21h00 – MIS
    A experimentação musical do grupo, em apresentação ao vivo.

    Instalação musicalDurante o Festival de Curtas, o Museu da Imagem e do Som exibirá uma instalação produzida pelo grupo O Grivo, uma experiência sensorial e musical, que pode ser visitada de terça a sexta-feira do meio-dia às 22h, e aos fins de semana, a partir das 11h.
PONTO DE CULTURA AUDIOVISUAL
  • Em 2012, o Ponto de Cultura Audiovisual Kinoforum completa três anos. O projeto surgiu a partir da inquietação de um grupo de alunos das Oficinas Kinoforum, que no final do curso tinham o desejo de continuar o que ali começaram.

    Durante anos, vários coletivos nasceram espontaneamente nesse processo, e muitos deles passaram a utilizar a exibição de filmes e vídeos como meio de levar o audiovisual para suas comunidades.

    Depois de dois anos de exibições em vários pontos da cidade, com um suporte informal às atividades dos grupos de egressos das Oficinas Kinoforum, foi proposto o projeto do Ponto de Cultura, que foi contemplado no final de 2009 pelo Edital de Pontos de Cultura da Secretaria de Estado da Cultura. O projeto previa uma ação de três anos, que se encerram no final de 2012. Até hoje o Ponto de Cultura promoveu 28 exibições na cidade de São Paulo, contemplando um total de nove grupos exibidores e 46 alunos.

    O trabalho consiste em uma Oficina de Programação e Exibição Audiovisual, apoio a exibições e empréstimo de equipamentos. O projeto não propõe somente uma ação pontual, mas um espaço de reflexão, diálogo e troca com a comunidade. Um universo que possibilita um crescimento intenso.

    O projeto Ponto de Cultura Audiovisual Kinoforum chega a seu ano final com a certeza de que continuará sua ação com os grupos, de que o que foi vivenciado e aprendido permanece com todos que participaram, levando às suas comunidades não só a magia do audiovisual como a riqueza das relações que se estabelecem a partir desses encontros.

    Cinema na Comunidade

    Como parte da programação do Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo, os Coletivos Ecoinformação e Brasilândia em Cores e a ONG Capão Cidadão exibirão em suas comunidades a programação do Festival. 

    18-08 (SÁB) – 19h00 – Coletivo Ecoinformação – Rua da Igreja, s/n – Vila Prudente

    24-08 (SEX) – 19h00 – Coletivo Brasilândia em Cores – Rua Talhamar, em frente ao Espaço Arte – Jd. Damasceno - Brasilândia

    30 e 31/08 (QUI/SEX); 01/09 (SÁB) – 19h00 – ONG Capão Cidadão – Rua José Messias, 1.000 (altura do nº 2876 da Avenida Carlos Lacerda) Capão Redondo – Tel.: 5825-7603 



ATIVIDADES INFANTIS
  •  25 e 26/08 (SÁB e DOM) – 15h00 – CINEMATECA ATIVIDADES INFANTIS 

    Das cavernas para as telas: uma ideia na cabeça e um bloquinho na mão

    A Mostra Infanto-juvenil este ano apresenta uma nova atividade para as crianças, a partir dos 4 anos. Após as sessões dos programas infantis 1 e 2 na Cinemateca Brasileira, as crianças presentes são convidadas a descobrir a magia da animação na Oficina de Cinema em Flip Book “Das cavernas para as telas: uma ideia na cabeça e um bloquinho na mão”.

    A Oficina vai mostrar a história da invenção do cinema, desde as pinturas feitas pelo homem na pré-história até filmes dos irmãos Lumiére e de George Méliès. Durante a atividade, cada participante produz seu próprio flip book, fazendo uma animação num bloquinho especialmente produzido para a Oficina. No final, as animações realizadas pelas crianças são gravadas e exibidas numa grande tela, no saguão da Cinemateca. 

PARCERIA COM ESCOLAS AUDIOVISUAIS
  •  O Festival mantém uma parceria constante com escolas de comunicação e audiovisual do Estado de São Paulo, desenvolvendo diversas ações com seus estudantes. O objetivo é estimular o contato desses alunos com o curta-metragem e sua participação no Festival, criando uma via de comunicação para ouvir anseios e propostas das novas gerações.

    Em 2012, o trabalho começou com um ciclo de visitas às escolas que aconteceu no mês de maio. Equipes do Festival foram às escolas para apresentar as atividades e abrir espaço para a participação universitária.

    Durante o Festival, alunos do curso de Comunicação em Multimeios da PUC/SP realizarão o making of do Festival – a cada ano, o desafio é proposto a uma instituição diferente.

    Estudantes também são incorporados à nossa equipe como estagiários em várias funções, colaborando e vivendo o dia a dia da produção do evento. E muitos outros participam como monitores, acompanhando convidados e público ao longo dos dez dias de programação.

    Também fazem parte das atividades, em parceria com instituições de ensino, os projetos Crítica Curta e Noite de Kino, além da Mostra Cinema em Curso, cujos filmes este ano foram indicados pelas escolas.

    INSTITUIÇÕES PARCEIRAS
    Escola de Comunicação e Artes da USP (ECA – USP)
    Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP)
    Universidade Federal de São Carlos (UFSCar)
    Universidade Metodista de São Paulo
    Universidade Anhembi-Morumbi
    Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC – SP)
    Escola Livre de Cinema de Santo André
    Centro Universitário SENAC
    Faculdades Cásper Líbero
    Universidade Santo Amaro (Unisa)

    NOITE DE KINO
    No sábado, dia 25 DE AGOSTO, os alunos selecionados pelas escolas parceiras se encontram na CINEMATECA para um café da manhã e dão início à maratona de produção de curtas inéditos. Durante esse encontro os grupos recebem o tema que serve de inspiração para os roteiros. A partir daí todos saem para gravar e em seguida editar os trabalhos, que são exibidos na noite de 30 DE AGOSTO, NA CINEMATECA BRASILEIRA (Sala BNDES). A coleção é editada em DVD e distribuída nas escolas.

    DEBATE CINEMA EM CURSO 
    No dia 27 DE AGOSTO, SEGUNDA-FEIRA, ÀS 18H00,  NA CINEMATECA BRASILEIRA, professores e  coordenadores dos cursos de audiovisual parceiros  participam de um debate sobre formação audiovisual  e as especificidades dos cursos oferecidos em suas  instituições.  A participação é a aberta a todos os interessados.

    CRÍTICA CURTA 
    A oficina Crítica Curta tem o intuito de estimular a discussão e a reflexão sobre as produções em curtas-metragens e impulsionar a produção textual voltada ao formato. Os participantes assistem às sessões dos Programas Brasileiros e da Mostra Latino-Americanas e, ao final do Festival, um jornal tabloide é publicado com críticas produzidas pelos participantes. A coordenação e a edição do tabloide ficam a cargo do jornalista e crítico de cinema Sérgio Rizzo e da jornalista Lizandra M. Almeida. Alunos de edições passadas do projeto continuam participando, com postagens no blog, que pretende estimular a troca de informações e o debate com leitores, diretores e espectadores. 
    Clique aqui e acompanhe as críticas produzidas pelos alunos

PARCERIA FORA DO EIXO
  • O Fora do Eixo, um dos parceiros do Festival, é uma rede de  cultura livre que reúne mais de 100 coletivos de todo o Brasil, além de possuir articulações em cerca de dez países da América  Latina. A Rede se estrutura em quatro simulacros – Banco, Mídia  Livre, Partido e Universidade Livre – além de trabalhar com  várias linguagens artísticas.  Durante o Festival, o Fora do Eixo participa com diversas ações:  Cobertura Colaborativa, Mostra Midiativista e PosTV.

    A cobertura colaborativa visa comunicar e replicar  acontecimentos por meio de equipes que ficam encarregadas de  produzir conteúdos em várias linguagens (fotos, vídeos, textos),  que são postados em diversas plataformas (sites, flickrs e redes  sociais) e difundidas pela mobilização em redes sociais.  A mostra Midiativista contará com material da nova geração  militante, que, munida de internet, câmeras portáteis e  equipamentos de baixo custo, produz vídeos com imagens  captadas em manifestações pelo Brasil afora. Os realizadores  dos vídeos estarão presentes no Festival para compartilhar  informações e experiências.

    A PosTV é uma plataforma online de difusão de ideias, visões e  discussões que não possuem espaço na grande mídia. A PosTV  já contou com rodas de conversa com a ex-ministra Marina  Silva e o diretor João Batista de Andrade, entre outros. Durante  o festival, a PosTV será plataforma dos debates que serão  realizados diariamente pela manhã, a partir das 11h. Ao longo do dia, intervenções, entrevistas e vídeos também estarão no site da PosTV e aqui no site do Festival.

    Fora do Eixo:  
    contato@foradoeixo.org.br  
    casa.foradoeixo.org.br  
    foradoeixo.org.br  
    wiki.foradoeixo.org.br  
CINE-CICLETADA
  • 24-08 (SEX) - 20h00 - Praça do Ciclista  

    O Festival de Curtas apresenta este ano a Cine-cicletada,  uma atividade que combina passeio ciclístico e exibição de  curtas-metragens.  O passeio começa na Praça do Ciclista, na esquina da Avenida  Paulista com a Rua da Consolação, e segue até o Museu da  Imagem e do Som, na Avenida Europa.  Lá, os cine-ciclistas assistem a uma sessão de curtasmetragens  ao ar livre, recuperam o fôlego e continuam até  a sede do Festival, na Cinemateca Brasileira, onde haverá  discotecagem com o DJ Gigante (Festa Doce Babado).  A atividade foi  desenvolvida pelo  Coletivo Santa  Madeira, grupo  formado em 2006  por alunos de  Audiovisual do Centro  Universitário Senac.  O Coletivo já conta  com um repertório  de produções com  grande aceitação de público e crítica, como o curta “Pescaria de  merda”, vencedor do Prêmio Revelação do Festival de Curtas de  São Paulo de 2009, e “O plantador de quiabos”, que já recebeu 17  prêmios em festivais de todo o mundo.

    Programação

    20h00 Concentração na Praça do Ciclista  (esq. Av. Paulista com R. Consolação)21h00 Deslocamento até o MIS  21h20 às 21h50 Sessão open air no MIS
    22h00 Deslocamento até Cinemateca  Brasileira  
    23h00 Festa na Cinemateca Brasileira  c/ DJ Gigante (Festa Doce Babado)  
GENERADOR
  • É um curta-metragem? É uma instalação?  É um equipamento de projeção interativa?

    O projeto Generador é tudo isso e também uma homenagem à  história dos gêneros cinematográficos e uma provocação para estimular o espectador a refletir sobre as formas que o cinema  usa para contar suas histórias.  A interface de interação se dá por meio de uma instalação, uma  miniatura de sala de cinema, com um monitor ao fundo, onde é  exibido o curta. O filme conta a história de um casal que deseja  ir ao cinema, mas que encontra vários obstáculos em seu  caminho.  A partir dos quatro botões existentes no equipamento, o  espectador pode mudar livremente o gênero do filme enquanto  ele é exibido. Assim, ele passa do melodrama para a comédia, ou  para a ação ou suspense. Ao mudar, a fotografia, o movimento  de câmera, o ritmo, a atuação e a trilha sonora mudam para o  gênero selecionado, sem alterar a linha principal da história. Venha viver essa experiência durante o Festival de Curtas. O  Generador estará na Cinemateca Brasileira, em frente à sala Petrobras.

    O Generador é uma produção da Astronauta Filmes

    Elenco: Bruna Miglioranza e Danilo Gambini

    Roteiro: Pedro Aguilera

    Produção executiva: Luciana Arakaki

    Direção de produção: Paulo Serpa

    Direção: Lucas Barão

    Direção de fotografia: Cauê Laratta

    Direção de arte: Tatiane Takahashi

    Som direto e edição de som: Vitor Coroa

    Montagem: Piera Portasio

    Efeitos visuais: Yugo Hattori

    Programação: Bruno Nicko

    Projeto do console: André Vieceli

    Execução: Gabriel Barreto

ITINERÂNCIAS
  • O Festival de Curtas apresenta este ano uma série de  sessões itinerantes, que acontece em parceria com  instituições culturais de Sorocaba, São Carlos e Ribeirão  Preto, no interior de São Paulo, e Curitiba, no Paraná.  Conheça a seguir os locais onde serão exibidas algumas  sessões especiais do Festival, com filmes selecionados  a partir das mostras de 2012:  

    CURITIBA - CAIXA CULTURAL 
    (200 lugares) 
    R. Conselheiro Laurindo, 280 – Centro –
    Tel.: (41) 2118-5409
    Programação composta por filmes das mostras internacional, latino-americana e brasileiras.
    07/09 (SEX) – 19h00
    08/09 (SÁB) – 15h00 e 19h00
    09/09 (DOM) – 15h00 e 19h00

    RIBEIRÃO PRETO – CINECLUBE CAUIM (800 lugares)
    Rua São Sebastião, 920 – Centro
    Tel.: (16) 3941-4341/3441-4341
    01/09 (SÁB) - 21h00 – seleção de filmes internacionais
    02/09 (DOM) - 19h00 – seleção de filmes brasileiros

    SÃO CARLOS - TEATRO FLORESTAN FERNANDES - UFSCAR (400 lugares)Rod. Washington Luiz, km 235 – Área Norte 
    05/09 (QUA) – 19h00 – sessão Destaques da Programação

    SOROCABA – ESAMC e USINA CULTURAL (200 lugares)Av. Dom Aguirre, s/n – Centro
    Tel.: (15) 3233-2220
    01/09 (SÁB) – 18h00 – seleção de filmes brasileiros
    02/09 (DOM) – 17h00 – seleção de filmes infanto-juvenis
    02/09 (DOM) – 19h00 – seleção de filmes internacionais