Por filmes No site

Filmes

Mostra Latino Americana

Os 27 filmes latino-americanos selecionados este ano formam um painel caleidoscópico de forte impregnação. Entre filmes que celebram a identidade étnica e cultural do continente, há outros que se descolam dela, que a questionam, que flertam com ela de forma ambígua e instigante.

Do Chile, México e Guatemala podemos ver trabalhos que focam a posição indígena no mundo moderno, sua sabedoria e concepção de mundo confrontadas com as necessidades agressivas de uma sociedade que se utiliza do nativo e o expele da forma como lhe convém. 

Duas belas e fortes obras vêm destacar a produção peruana: enquanto um improvável e debochado filho fictício de Klaus Kinski nos leva por um passeio em seu mototáxi pelas ruas de Iquitos, na mesma Amazônia peruana onde Werner Herzog filmou Fitzcarraldo, a cineasta Claudia Llosa projeta o carinhoso e investigativo olhar feminino de seus longas-metragens Madeinusa e La Teta Asustada dentro do difícil e violento universo travesti de Lima.

A Argentina vem com um particular cinema psicológico; filmes de profundo mergulho no trabalho dos atores e narrativas desconcertantes provocam desconforto ao mesmo tempo que inequivocamente seduzem o espectador com seus personagens intrigantes e misteriosos. E, como prova definitiva das grandes particularidades da seleção deste ano, ainda encontramos um suspense uruguaio, uma densa e estranha incursão no delta de um rio venezuelano, uma típica luta livre mexicana filmada em câmera subjetiva, e um pequeno e simpático dog-movie caribenho.

Continente que se reinventa, a América Latina segue surpreendendo com um cinema inventivo, sem receio de encarar sua face mais escura e suas contradições.

Imprimir



Filmes selecionados:
AF ANTÜ, de Alberto Gajardo - Chile
CUANDO SEA GRANDE / QUANDO EU CRESCER, de Jayro Bustamante - Guatemala, França
EL AMOR CAMBIA / O AMOR MUDA, de Ignacio Ceroi - Argentina
EXTRACORPUS, de Bernardo Antonaccio - Uruguai
FLEXING MUSCLES / TREINANDO OS MÚSCULOS, de Charles Fairbanks - México, Estados Unidos
GOING KINSKI, de Smokey Nelson - Peru, Estados Unidos
HUMBOLDT, de René Castillo Ibaceta, Nicolas Cortes - Chile
LA MAÑANA DE NAVIDAD / A MANHÃ DE NATAL, de Gastón Margolin, Martín Morgenfeld - Argentina
LA NIÑA MALA / A GAROTA MÁ, de Jorge De León Amador - Cuba
LA NOCHE ANUNCIA LA AURORA / A NOITE ANUNCIA A AURORA, de Gerard Uzcategui - Venezuela
LA NORIA / A RODA D'ÁGUA, de Karla Castañeda - México
LA SANTA / A SANTA, de Mauricio López Fernández - Chile
LILA, de Sebastian Dietsch - Argentina
LOS AVIONES QUE SE CAEN / OS AVIÕES QUE CAEM, de Mario Piredda - Cuba
LOXORO, de Claudia Llosa - Peru, Espanha, Argentina
MAGNOLIA, de Diana Montenegro Garcia - Colômbia
MARI PEPA, de Samuel Kishi Leopo - México
MOJARRA / ENQUANTO CHOVE, de Lucia Garibaldi - Uruguai, Brasil
NOELIA / NOELIA, de María Alché - Argentina
NUBES / NUVENS, de Manuel Abramovich - Argentina
OLAS NEGRAS / ONDAS NEGRAS, de Geraldine Guardia, Viviana Alvarez - Chile
PAAL, de Christoph Müller, Victor Vargas Villafuerte - México, Suiça, Canadá
POTHOUND / VIRA-LATA, de Christopher Guinness - Trinidad e Tobago
PUDE VER UN PUMA / PUDE VER UM PUMA, de Eduardo Williams - Argentina
QUIJOTE Y MARTIN FIERRO / QUIJOTE COM MARTÍN FIERRO, de Maria Eugenia Mendez - Uruguai
RATITAS / PATIFES, de David Figueroa - México, Estados Unidos
YEGUAS Y COTORRAS / ÉGUAS E PAPAGAIOS, de Natalia Garagiola - Argentina