Por filmes No site

Prêmios

Sem caráter competitivo, o Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo conta com a participação do público para eleger os filmes favoritos de sua programação.

Com o objetivo de valorizar nossas parcerias, apoiadores e patrocinadores oferecem uma ampla gama de incentivos, prêmios e troféus. Clique aqui para ver a lista completa dos premiados e preferidos do público


Prêmio Itamaraty
  • Um prêmio no valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para um curta de até 15 minutos, participante da Mostra Brasil, a ser eleito por um júri escolhido pelo Ministério das Relações Exteriores em coordenação com o Festival.

    O Prêmio Itamaraty para o Cinema Brasileiro foi instituído pelo Ministério das Relações Exteriores em 2006, com o objetivo de promover o cinema nacional por meio de premiações em dinheiro para diversas categorias, entre elas, a de Melhor Curta-Metragem. Desde o ano passado, em parceria com o Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo, foi instituído um novo prêmio especialmente para o formato, que este ano chega à sua segunda edição.

    Divisão de Promoção do Audiovisual 
    Departamento Cultural 
    Ministério das Relações Exteriores 

    O júri que selecionará o filme é composto pelos seguintes membros:

    Alice Kharoubi 
    Diretora do Cannes Court Métrage, entidade dedicada aos curtas criada pelo Festival de Cannes. Em paralelo, é programadora de festivais e participa de vários comitês de seleção e júris em todo o mundo.
    José Roberto Rocha Filho
    Graduado em Ciências Jurídicas pela Universidade Federal da Paraíba, é diplomata e subchefe da Divisão de Promoção do Audiovisual do Ministério das Relações Exteriores.
    Maria Morata
    Estudou MA Art in Context na instituição de ensino Universitat der Kunste Berlin. Hoje é integrante da Comissão de Seleção do Berlinale Shorts, do Festival de Berlim.


    Vencedor 
    O Amor Que Não Ousa Dizer Seu Nome, de Bárbara Roma

    Menção Honrosa
    Transmutação, de Torquato Joel
    Alguns Dias Antes e Outros Depois, de Nicolas Thome
Prêmio Revelação



  • Vencedor

    Mauro em Caiena, de Leonardo Mouramateus (UFCE/CE)

    Menção Honrosa
    Redoma, de Ana Levisky (SENAC/SP)

Prêmios Aquisição



  • SESC TV Categoria KinoOikos ( Formação do Olhar)
    Ser Tão Avoador, de Wllyssys Wolfgang 

    Categoria melhor filme de diretor estreante
    Blurry Eyes, de Daniel Semanas

    TV CULTURA
    A Guerra dos Gibis, de Thiago Mendonça e Rafael Terpins

    CANAL BRASIL
    Todos Esses Dias em Que Sou Estrangeiro, Eduardo Morotó

Prêmios Formação e Especial



  • Foco BR
    Na Hora Certa, de Ivens Machado Costa e Fernando Pereira 

    Finalistas Prêmio Netflix
    Super Nada, de Rubens Rewald
    Elvis e Madona, de Marcelo Laffitte
    Árido Movie, de Lírio Ferreira
    Cinema, Aspirinas e Urubus, de Marcelo Gomes
    Riscado, de Gustavo Pizzi
    Dalua Downhill, de Fernanda Kumel e Tiago de Castro
    Malu de Bicicleta, de Flávio Tambellini
    O Dia que Durou 21 Anos, de Camilo Tavares
    Apenas o Fim, de Matheus Souza
    Uma Longa Viagem, de Julia Murat
Troféus


  • Troféus ABD

    Mostra Latina
    Prêmio: "Solecito", de Oscar Ruiz Navia
    Menção honrosa: "El pasito de onda" de Guillermina Pico

    Mostra Brasil
    Prêmio: "Câmara Escura", de Marcelo Pedroso
    Menção honrosa: "No interior da minha mãe" de Lucas Sá

    Troféus CACHAÇA

    A última fronteira, melhor filme antropológico
    Cajamar - melhor filme antropofágico
    Aquele cara - melhor filme antropocêntrico