Por filmes No site

Apresentação

A pluralidade de olhares apresentada pela programação que o Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo traz em suas mostras fixas e especiais – cuja gama de nacionalidades este ano apresenta a maior variedade desde a nossa primeira edição – e isso nos conduz à conclusão de que tamanha diversidade não poderia estar sediada em um local mais propício do que a cidade de São Paulo.

É nessa metrópole múltipla, com seus milhões de habitantes vindos de todos os cantos do país e do mundo, que recebemos nossos convidados e apresentamos esses olhares frescos e agudos para a realidade do mundo. Constatamos, desde a mudança de nossa sede para o Centro da cidade, a generosidade da metrópole para com seus visitantes, uma realidade ainda mais presente no entorno do Festival. 

Entre os tantos atributos da cidade, um tema se sobressai nos últimos anos: o da mobilidade urbana. Cada vez mais, os deslocamentos dentro dessa infinidade de caminhos preocupa e proporciona novas formas de usufruir a cidade e de refletir sobre seus problemas. Por isso, esse é um dos focos de nossa programação nesta 26ª edição.

São 15 programas especiais, resultado de encontros frutíferos e novos recortes. Uma parceria com o British Council, com o programa Transform UK Brazil, traz ao Festival a impagável verve britânica e suas narrativas sublimes. O programa Fotofilmes Brasileiros, que também resulta no livro que a Kinoforum lança este ano, discute a relação íntima entre fotografia e fotogramas. Uma seleção de filmes patrocinados pela grife Miu Miu, de algumas das realizadoras mais expressivas da atualidade, traz um olhar afiado sobre a condição da mulher . Aos fiéis programas com lugar quase cativo, como as seleções de Cannes, o Dark Side, o Cachaça Cinema Clube e a programação infantojuvenil, acrescentamos este ano outros que abordam temas como questões políticas, relacionamentos amorosos e representação artística. 

Para que tudo isso possa chegar ao público dos mais de dez pontos de exibição gratuitos em toda a cidade, é fundamental contar com a confiança dos produtores e diretores que nos premiam com seus filmes e também com a parceria de nossos patrocinadores – Petrobras e Sabesp – e correalizadores – SESC, MIS, Cinemateca Brasileira e Prefeitura de São Paulo, além de todos os nossos apoiadores e parceiros.

Em um ano em que todas as atividades parecem exigir um fôlego redobrado, é muito bom contar com o apoio de empresas que honraram o sólido relacionamento com o Festival, e também comemorar a chegada de mais um organismo que vem a colaborar com o desenvolvimento de nosso setor: a SPCine.

Essa nossa cidade cheia de riqueza humana é toda sua! Desfrute nas salas de exibição e nas ruas de todo o briho e atualidade que o curta-metragem tem a oferecer. 

Bem-vindos e bom festival!
Zita Carvalhosa
Diretora

Imprimir