Por filmes No site

Prêmios

Sem caráter competitivo, o Festival Internacional de Curtas-Metragens de São Paulo conta com a participação do público para escolher os filmes favoritos da programação.

Os escolhidos recebem uma ampla gama de incentivos, prêmios e troféus, oferecidos por nossos parceiros, apoiadores e patrocinadores.

Conheça a seguir os prêmios desta edição:


OS FAVORITOS DO PÚBLICO 

FILMES BRASILEIROS

“Estado Itinerante”, de Ana Carolina Soares (MG)
“Fotográfrica”, de Tila Chitunda (PE)
 “Galeria Presidente”, de Amanda Gutiérrez Gomes (SP)
 “Impeachment”, de Diego de Jesus (ES)
 “Índios no Poder”, de Rodrigo Arajeju (DF)
 “O Delírio é a Redenção dos Aflitos”, de Fellipe Fernandes (PE)
 “Pele de Pássaro”, de Clara Peltier (RJ)
 “Quando os Dias Eram Eternos”, de Marcus Vinicius Vasconcelos (SP)
 “Quem Matou Eloá?”, de Lívia Perez (SP)
 “Retalho”, de Hannah Serrat (MG)


FILMES LATINOS E INTERNACIONAIS

“237 Anos” (237 de Ani), de Ioana Mischie
 “A Banheira” (Die Badewanne), de Tim Ellrich
 “O Adeus” (El Adiós), de Clara Roquet
 “No Estacionamento” (En El Estacionamiento), de Juliana Orea Martínez
 “Fuga” (Évasion), de Pierre Le Gall
 Clandestinos” (Irregulars), de Fabio Palmieri

“As Coisas Simples” (Las Cosas Simples), de Alvaro Anguita Araya 
“Madame Black” (Madam Black), de Ivan Barge 
“Timecode”, de Juanjo Giménez 
"Vaysha, A Cega" (Vaysha, L'Aveugle), de Theodore Ushev

Prêmio Revelação
  • O Prêmio Revelação tem como objetivo incentivar os jovens talentos do audiovisual brasileiro em sua próxima produção, da gravação até a finalização de um curta-metragem de até 15 minutos. Para isso, o Festival estabelece parcerias com empresas do setor, que indicam um júri de jornalistas e oferecem recursos para essa nova empreitada.




    Concorrem ao Prêmio Revelação os diretores de curtas brasileiros realizados em cursos de cinema ou audiovisual exibidos na Mostra Brasil, Panorama Paulista e Cinema em Curso. A seleção também leva em conta um texto enviado pelos realizadores, expondo o argumento de seu próximo projeto.

    O curta-metragem viabilizado pelo Prêmio Revelação tem o compromisso de estrear no 28º Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo.

    O filme premiado nesta edição foi o curta metragem "Sesmaria", da diretora Gabriela Richter Lamas
Prêmios Aquisição


  • "Retalho", Hannah Serrat



    "Sesmaria", Gabriela Richter Lamas


    "Lá do Alto", Luciano Vidigal



    "Orquestra Invisível - Let's Dance", Alice Riff


    "Abigail", Valentina Homem e Isabel Penoni

Prêmio Itamaraty para o Curta Metragem Brasileiro
  • Um prêmio no valor de R$ 20.000,00 (vinte mil reais) para um curta brasileiro inscrito e selecionado para uma das mostras do Festival, de até 15 minutos, a ser eleito por um júri escolhido pelo Ministério das Relações Exteriores em coordenação com o Festival.

    O Prêmio Itamaraty para o Cinema Brasileiro foi instituído pelo Ministério das Relações Exteriores em 2006, com o objetivo de promover o cinema nacional por meio de premiações em dinheiro para diversas categorias, entre elas, a de Melhor Curta-Metragem. Desde 2013, em parceria com o Festival Internacional de Curtas-metragens de São Paulo, foi instituído um novo prêmio especialmente para o formato, que este ano chega à sua terceira edição.

    Divisão de Promoção do Audiovisual 
    Departamento Cultural 
    Ministério das Relações Exteriores 
    O júri que selecionou o filme foi composto pelos seguintes membros:

    Pascale Faure
    Responsável pelos programas de curta-metragem e criações do Canal+, é convidada para participar de júris de premiações em todo o mundo. 




    Erika Bauer
    Formada em Cinema e Televisão pela HFF - Hochschule fuer Fernsehen und Film (Munique) e professora do Curso de Comunicação Social da Universidade de Brasília. Atua como roteirista e documentarista. Realizou mostras de cinema e foi curadora em diversos festivais. 




    Wilhelm Faber

    Membro do Comitê de seleção de curtas-metragens do Festival de Berlim e coordenador do "Berlinale Special & Strategic projects".



    O filme contemplado com o prêmio Itamaraty 2016 foi o curta metragem "Quando os Dias Eram Eternos", de Marcus Vinícius Vasconcelos.

    Além disso, o júri também concedeu uma menção honrosa ao filme "Crônicas do Meu Silêncio", de Beatriz Pessoa
Troféus e Destaques

  • Vencedores:

    Prêmio Vermelha Spcine
    "Estado Itinerante", Ana Carolina Soares

    Menção Honrosa Vermelha Spcine
    "Fotográfrica", Tila Chitunda

    Troféu ABCA "O Kaiser"
    "Vaysha, A Cega", Theodore Ushev

    Destaque LGBT "Borboleta de Ouro"
    "O Chá do General", Bob Yang
    "Antiman", Gavin Ramoutar

    Menção TV Cultura para novos olhares
    "Maioridade", Oficina É Nóis na Fita
    "Eu Mesma", Oficina É Nóis na Fita