Guia Kinoforum

Festivais Audiovisuais

Festivais

Exportar em PDF
  1. Festival Diálogo de Cinema

    O Diálogo de Cinema se propõe a aproximar ainda mais o circuito cinematográfico gaúcho do restante do país. Ao longo dos últimos anos, inúmeros filmes nacionais rodaram o mundo e jamais tiveram exibição em Porto Alegre. Acreditamos na importância de abranger essa cinematografia que é excluída das salas de nossa cidade, considerando que tudo que se absorve culturalmente influi no que se produz em âmbito local. A ideia é agregar diferentes expressões cinematográficas dentro de um mesmo espaço, acompanhado de debates e painéis. E estender a troca para além da sala, reunindo público e realizadores em espaços de convivência, da sala escura à mesa de bar. Aproxime-se!

  2. Locais de RealizaçãoPorto Alegre

    Data30 de setembro e 1 de outubro de 2017

    Categoriacompetitivo para filmes de todas as durações e gêneros

    ResponsávelLucas Cassales

    Contato:Lucas Cassales

     http://www.dialogodecinema.com.br/

  3. Edição Anterior

    Data de realização: 21 a 26 de junho de 2016

    Locais: Sala P F Gastal

    Premiados: 
    MOSTRA CERCANIAS (Júri: Eleonora Loner e Francine Barbosa)
    - Menção Honrosa: "Ne Pas Projeter" de Cristian Verardi;
    "Pela criação de um universo atraente que indica uma profunda pesquisa de gênero e a homenagem da experiência cinematográfica em si, ao mesmo tempo fazendo bom uso dos limitados recursos, a Menção Honrosa vai a Ne Pas Projeter, de Cristian Verardi".
    - Contribuição Artística 1: Edegar Richter, Lorena Richter e a comunidade de São Lourenço do filme "Sesmaria" de Gabriela Richter Lamas;
    "Considerando que toda obra audiovisual é resultado de um trabalho colaborativo entre a equipe, ressalta-se que em certas obras de origem documental a participação de algumas personagens torna-se tão fundamental que sem ela o filme não poderia existir. Assim, o primeiro prêmio de contribuição artística da Mostra Cercanias é destinado a Edegar Richter, Lorena Richter e demais membros da comunidade de São Lourenço do Sul participantes do filme SESMARIA de Gabriela Richter Lamas".
    - Contribuição Artística 2: "Ruby" de Guilherme Soster, Luciano Scherer e Jorge Loureiro;
    "Pelo exercício coletivo de liberdade criativa que uniu uma personagem única num paraíso perdido com elementos das artes visuais e um humor poético que cativou o público, o terceiro prêmio de contribuição artística é destinado ao filme RUBY de Guilherme Soster, Jorge Loureiro e Luciano Scherer"
    - Contribuição Artística 3: Para a equipe universitária do filme "Sob a Pele de Vênus", de Julia Sondermann;
    "Por realizarem uma obra que através de elementos fantásticos cria um retrato kitsch e singelo da jornada de envelhecimento e autodescoberta de uma mulher, e também por encontrarem saídas habilidosas para as dificuldades envolvidas na realização de um trabalho de conclusão de curso de audiovisual, o segundo prêmio de contribuição artística é destinado à equipe universitária responsável pelo roteiro, direção, direção de arte, fotografia, som e montagem do filme SOB A PELE DE VÊNUS de Julia Sondermann".
    - Júri Popular: "Ne Pas Projeter", de Cristian Verardi;
    - Prêmio da Crítica (ACCIRS - Composto por Daniel Feix, Monica Kanitz e Cristiano Aquino): "Ruby", de Guilherme Soster, Luciano Scherer e Jorge Loureiro;
    "Pela abordagem sensível do momento único de um grande personagem, retratado com dignidade e valorizado pela direção segura, pela construção narrativa surpreendente e pelo apuro visual, o premio da ACCIRS vai para "Ruby"
    - Melhor Filme: "Sesmaria", de Gabriela Richter Lamas;
    "Por utilizar as ferramentas do documentário e da ficção para construir um olhar original e afetivo sobre o cotidiano de um casal de idosos e de toda uma comunidade rural do Rio Grande do Sul, resultando em uma narrativa que valoriza o tempo dos acontecimentos e permite ao espectador imergir nos conflitos das personagens, o prêmio de melhor filme é destinado a SESMARIA de Gabriela Richter Lamas".
    MOSTRA DIÁLOGO (Júri: Gabriela Motta, Luciana Tomasi e Paola Wink)
    - Menção Honrosa: "Horror", de Leonardo Bomfim Pedrosa;
    - Contribuição Artística 1: "Ruby", pela atuação de Luciano Scherer;
    - Contribuição Artística 2: elenco e roteiro de "História De Uma Pena" de Leonardo Mouramateus;
    - Contribuição Artística 3: "A Vez De Matar, A Vez De Morrer", de Giovani Barros;
    - Prêmio da Critica (ACCIRS - Composto por Daniel Feix, Monica Kanitz e Cristiano Aquino): "História de Abraim", de Otavio Cury;
    "Por se tratar de um filme minimalista que desperta os sentidos do espectador enquanto prepara terreno com argúcia para o encontro com um personagem singular, o prêmio Accirs vai para "A História de Abraim".
    - Júri Popular: "Ruby", de Guilherme Soster, Luciano Scherer e Jorge Loureiro;
    - Melhor Filme: Solon de Clarissa Campolina;
    "Pela força da mistura de ficção cientifica, artes visuais, fotografia e som. Pela poética representação do renascimento da mulher em um mundo em destruição".
    MOSTRA INTERNACIONAL
    - Júri Popular: "O Retorno de um Homem" (A Man Returned), de Mahdi Fleifel. (Nakba FilmWorks)