Guia Kinoforum

Festivais Audiovisuais

Festivais

Exportar em PDF
  1. ANIMAGE - VIII Festival Internacional de Animação de Pernambuco

    O ANIMAGE é um festival de cinema de animação competitivo, com prêmios em dinheiro e troféu. Alem da mostra competitiva, o festival oferece oficinas, masterclasses, debates, exposição e mostra parque (ao ar livre). O ANIMAGE surgiu com o objetivo de atender a uma demanda por um festival de animação em Pernambuco, com repercussão nacional e internacional, considerando que se verifica hoje no Recife uma forte concentração de criadores e produções do gênero.

  2. Locais de RealizaçãoRecife

    Data24 de novembro a 3 de dezembro de 2017

    CategoriaCompetitivo para curtas de animação, longas de animação são exibidos em mostras não competitivas

    Locais de ExibiçãoCinema São Luiz Cinema da Fundaj Museu Cinema da Fundaj Derby Caixa Cultural Recife Aliança Francesa Praça da Várzea Praça da Torre Parque Dona Lindu Hospital IMIP Hospital Agamenon Magalhães

    Inscrições8 de maio a 8 de agosto de 2017

    ProgramaçãoMostra Competitiva Mostra Competitiva Infantil Mostra Parque Mostra Erótica Mostra Festivais Mostra Brasil Mostra Homenageado e mais...

    Atividades ParalelasOficinas Mostra Parque (ao ar livre) Sessões Sociais (em hospitais) Debates Masterclasses Exposição

    ResponsávelAntonio Gutierrez

    Contato:Antonio Gutierrez

     http://www.animagefestival.com/

  3. Edição Anterior

    Data de realização: 22 a 27 de novembro de 2016

    Premiados: 
    Melhor Curta-Metragem – Grande Prêmio Animage: Peripheria, de David Coquard Dassault (França)
    Melhor Curta Infantil: Hypertrain, de Etienne Kompis & Fela Bellotto (Suíça)
    Melhor Curta Brasileiro: Quando os Dias Eram Eternos, de Marcus Vinicius Vasconcelos (São Paulo/Brasil)
    Prêmio do Público: O Ex-Mágico, de Mauricio Nunes e Olimpio Costa (Recife/Brasil)
    Melhor Direção: Alan Holly por Coda (Irlanda)
    Melhor Roteiro: Un Obus Partout, de Zaven Najjar (França)
    Melhor Direção de Arte: The Deal, de Ewa Smyk (Polônia)
    Melhor Técnica: Du Plomb dans la Tête, de Aurore Peuffier (França)
    Melhor Som: Peripheria, de David Coquard Dassault (França)